domingo, 25 de agosto de 2013

A Química a serviço do bem ou do mal!

Por Elizabeth Cristine Marucci Lemos

A vida em si já é um fantástico processo químico, no qual as transformações das substâncias nos permitem andar, pensar, sentir. As diversas sensações biológicas (dor, cãibra e apetite), assim como as reações psicológicas (medo, alegria e felicidade), estão associadas a substâncias presentes em nosso organismo. O corpo humano é um verdadeiro laboratório de transformações químicas.

A Química tem garantido ao ser humano uma vida mais longa e confortável. O seu desenvolvimento permitiu a busca de soluções para problemas ambientais, o tratamento de doenças antes incuráveis, o aumento da produção agrícola, a construção de prédios mais resistentes e a produção de materiais que deram origem a novos equipamentos.

Mas, associados ao progresso, temos uma infinidade de desequilíbrios ambientais. Vazamento de gases tóxicos, contaminação de rios e do solo e envenenamento por ingestão de alimentos contaminados são problemas mostrados todos os dias pelos meios de comunicação. Diariamente, lemos notícias mostrando o paradoxo do desenvolvimento científico e tecnológico, que tanto traz benefícios para a sociedade como também riscos para a própria sobrevivência humana.

Esperamos que com o estudo da Química, consigamos entender um pouco mais sobre as tecnologias que estão cada vez mais presentes em nosso cotidiano e possamos participar das decisões a elas relacionadas, levando em conta seus verdadeiros riscos e benefícios. 

Para os interessados em aprofundar um pouco mais sobre esse assunto polêmico e atual, sugiro algumas referências que utilizei para formular esse texto.

Bianch, Albrecht e Daltamir - Universo da Química - Vol. único
Sardella- Antônio - Química - Vol. único
Widson Santos e Gerson Mól - Química Cidadã - Vol. 03
Share:

0 comentários:

Postar um comentário