quinta-feira, 25 de abril de 2013

O Efeito Estroboscópico e o Desenho Animado!

Por Ana Caroline Pscheidt


Um estroboscópio é num dispositivo óptico que permite estudar e registrar o movimento contínuo ou periódico de corpos em alta velocidade. Esse equipamento tem uma lâmpada e o efeito estroboscópico é conseguido através da alternância entre a iluminação com uma luz intensa e o bloqueio dessa iluminação, de forma mais simples é uma lâmpada capaz de piscar numa determinada freqüência variável.

Observando algo com uma luz estroboscópica obtemos um conjunto de imagens discretas, mas que representam o movimento do corpo observado. Por exemplo: observando um ventilador ligado com uma lâmpada comum, podemos perceber sua hélice girando em alta velocidade. Normalmente não é possível perceber o sentido em que a hélice gira nem quantas pás a compõem. Mas se ao invés da lâmpada comum utilizarmos um estroboscópio para iluminar o ventilador, podemos ver a hélice girando no sentido horário, anti horário e até mesmo parada dependendo da freqüência com que a luz pisca. Mas é claro que o ventilador está girando apenas em um sentido. O que acontece neste caso é que o  estroboscópio causa uma ilusão de óptica. Se as e as frequências do estroboscópio e do ventilador coincidirem, vemos a hélice do ventilador parada. Quando as frequências não coincidem, ela pode parecer girar no sentido horário ou anti-horário. Sendo a freqüência do estroboscópio maior que a do ventilador ele parecerá girando no sentido contrario ao que realmente gira, já se a freqüência do estroboscópio for menor que a do ventilador então o veremos girando no sentido correto.  

Dependendo do objeto observado com  podemos ver efeitos bem interessantes como o mostrado no vídeo a seguir feito pelo DEPARTAMENTO DE FÍSICA Y QUÍMICA DEL IES "Antonio Mª Calero" de Pozoblanco (CÓRDOBA) ESPAÑA: 



As lâmpadas que usamos em casa parecem ter a luz totalmente constante, bem diferente do estroboscópio. Mas não é bem assim. As lâmpadas fluorescentes também piscam, porém numa freqüência fixa de 60Hz, ou seja, 60 vezes por segundo. Esta é a freqüência da corrente elétrica alternada que nos é fornecida. Não percebemos este efeito pois a freqüência com que ela pisca é bem maior do que o olho humano consegue perceber.

Esse “defeito” do olho humano foi aproveitado para produzir os primeiros desenhos animados. Os desenhos são feitos de imagens estáticas que são exibidas numa freqüência alta, fazendo parecer um movimento continuo e o que eram apenas desenhos estáticos tronam-se um filme animado aos nossos olhos. 

Você mesmo pode produzir um desenho animado. Para isto, basta ter um bloco de papel e em cada folha do bloco desenhar uma cena, pode ser bonecos ou qualquer outra coisa, use sua criatividade! O segredo é desenhar o mesmo cenário em cada uma das folhas do bloco, porém variando um pouco a posição do desenho que quer movimentar, por exemplo, o boneco ele pode estar levantando a mão como se estivesse acenando, em cada folha a mão deve estar um pouco mais levantada, assim quando folhear rapidamente, como na imagem abaixo, o boneco vai parecer acenar para você.



Um procedimento parecido com este era usando em filmes antigos, onde estes eram filmados em 24 quadros por segundo, ou seja, em um segundo eram exibidos 24 imagens. A filmagem era feita desta maneira devido ao fato de a tecnologia disponível permitir registrar apenas esta quantidade de imagens neste intervalo de tempo. Esta característica dos filmes antigos tornou comum a informação de que o olho humano é capaz de ver apenas 24 imagens por segundo. Neste caso, movimento com freqüência abaixo desta tornaria possível a percepção de imagens estáticas e acima dela veríamos apenas o movimento. Porém estudos mostram que acima de 16 imagens por segundo nosso cérebro já começa a perceber um movimento, e quanto mais imagens são utilizadas melhor fica a sensação de realidade quando vemos um filme. Hoje temos filmes e desenhos com bem mais do que 24 quadros por segundo.

A luz estroboscópica também já foi utilizada para simular o efeito de movimento dos desenhos animados, você pode ver um exemplo neste vídeo: 


Share:

Um comentário:

  1. BOA TARDE, GOSTARIA DE SABER ENTÃO SE A LUZ EMITIDA POR A TV É ESTROBOSCÓPICA , OBRIGADO

    ResponderExcluir