quinta-feira, 25 de abril de 2013

Senhores do Mesozóico: Santanaraptor!


Por Marcelo Domingos Leal

O Santanaraptor placidus foi descoberto em 1999 pela equipe do setor de Paleovertebrados do Museu Nacional da UFRJ, na Chapada do Araripe, no Ceára. O nome Santana está ligado a região onde foi encontrado, à Formação Santana, na Bacia do Araripe, Ceará. O sobrenome placidus é uma justa homenagem ao professor Plácido Cidade Nuvens, da Universidade Regional do Cariri (CE).

Fonte: Folha de SP

É um dinossauro de pequenas proporções, podendo medir até 2,5 de altura e 4 m de comprimento, com aproximadamente 20 Kg de massa. Seus hábitos alimentares incluíam a ingestão de carne sendo, então, um dinossauro carnívoro. Considerado um parente distante do Tiranossauro, alcançou uma fama até maior que o enorme primo pelo fato de em seus restos fósseis terem sido encontrados vasos sanguíneos e fibras musculares. O material descoberto reúne a parte posterior do esqueleto e da cauda, membros posteriores e parte da pélvis (bacia). No caso do espécime encontrado, notou-se que boa parte dos ossos não estavam fusionados, indicando ser um animal jovem.

Para saber mais:

http://www.faperj.br/boletim_interna.phtml?obj_id=366

Share:

0 comentários:

Postar um comentário