sábado, 29 de junho de 2013

Aquimia e sua relação com a Química moderna!

Por Evelise Gaio

Fonte: CDCC -- USP.
A semelhança nas palavras já revela que existe uma intensa ligação do termo Alquimia com a Química, uma vez que a palavra AL-Khemy, vem do árabe e quer dizer "a Química". A Alquimia é uma prática ancestral, também denominada de antiga química, fora exercitada na Era Medieval e Renascença, que une noções de Química, Física, Astronomia, Arte, Metalurgia, Medicina, Misticismo e Religião.

A crença mais difundida é que os alquimistas buscavam encontrar a Pedra Filosofal, uma substância mítica capaz de transformar materiais opacos em metais brilhantes e nobres (como o ouro), bem como proporcionar a quem a encontrasse a vida eterna e cura de todos os males. Em seus “laboratórios” realizavam pesquisas e idealizaram uma linguagem cheia de símbolos e linguagens enigmáticas para descrever suas teorias, materiais e operações, burlando a vigilância a que estavam submetidos, por parte daqueles regulamentos sociais, sendo os mesmos perseguidos pela Igreja por se atreverem a discordar e não compartilhar dos convencionalismos.  

Baseia-se no conhecimento elaborado através da experimentação e suas práticas envolvem trabalhos de laboratório e manuseio de substâncias, empregando técnicas e equipamentos relativamente sofisticados. Grande parte das substâncias, das técnicas e dos equipamentos empregados atualmente pelos químicos, foram descobertos e desenvolvidos pelos alquimistas.

Apesar da Alquimia atualmente não ser considerada uma Ciência, mas sim como uma visão espiritual mais preocupada com as antigas tradições do que com a descoberta de novidades, ela é considerada como uma visão ancestral da Química moderna e da própria Medicina.

REFERÊNCIAS

http://www.cdcc.usp.br/ciencia/artigos/art_25/alquimia.html

veele.files.wordpress.com/2009/07/a-alquimia.pdf

http://www.infoescola.com/quimica/alquimia/





Share:

0 comentários:

Postar um comentário