segunda-feira, 8 de julho de 2013

Espelho, espelho meu!

Por Elisiane Campos de Oliveira Albrecht

Todo o dia nos deparamos com espelhos. Seja no quarto, banheiro, automóvel, loja, os espelhos nos rodeiam. Mas o que isto tem a ver com a física? Você já se perguntou com é possível enxergamos nossa imagem refletida pelo espelho? Para responder a esta pergunta, vamos conhecê-los  um pouco melhor.

Podemos classificar os espelhos em, no mínimo, dois grupos: os espelhos planos e os espelhos esféricos. Os primeiros são superfícies polidas e planas capazes de refletir a luz. Geralmente a superfície refletora é composta de uma película de prata em uma das faces de um vidro (plano) transparente. Já os esféricos são constituídos de uma superfície lisa e polida com formato esférico. Se a parte refletora for interna será um espelho côncavo, caso a superfície refletora seja externa será um espelho convexo.

As características das imagens formadas pelos espelhos estão relacionadas com seus formatos:

 Imagem formada por um espelho plano:


Imagem de um espelho plano.

Imagem formada por espelho esférico:

Imagem de um espelho esférico. Imagem maior.
Imagem de um espelho esférico. Imagem menor.

Geralmente, as imagens formadas pelos espelhos podem ser classificadas como: imagem virtual ou imagem real. A primeira é formada pela intersecção dos prolongamentos dos raios refletidos e a imagem real é formada pela intersecção dos próprios raios refletidos. Os espelhos planos formam imagens virtuais e os espelhos esféricos podem formar imagens tanto reais quanto virtuais, dependendo da posição que o objeto se encontra em relação ao espelho.

Imagens formadas por espelhos planos:


Esquema da imagem espelho plano.
Formação da imagem no espelho plano.

Imagens formadas por espelhos esféricos:


Formação da imagem em um espelho esférico convexo.

Formação da imagem em um espelho côncavo.

Outras características, tais como distância das imagens, tamanho ou se ela é direita ou invertida, também dependem do formato dos espelhos. No caso dos planos, as características das imagens são iguais às dos objetos que as formam. Já no caso das imagens formadas pelos espelhos esféricos, o estudo é mais complexo. 

Como citado anteriormente, as imagens formadas pelos espelhos esféricos dependem da posição que o objeto se encontra e, também, da distância focal - uma característica particular de cada espelho esférico. As imagens dos espelhos esféricos podem apresentar as seguintes características: ser maior, menor ou igual em relação ao tamanho do objeto, real ou virtual (forma-se na frente ou atrás do espelho) e direita ou invertida (a imagem pode estar em pé ou de ponta-cabeça). Estas características sempre estão relacionadas ao objeto que está sendo utilizado para formar as imagens.

Podemos concluir, então, que os espelhos possuem diversas aplicações. Auxiliam  na hora de se maquiar, nos retrovisores dos carros, das motos e caminhões, além de seu uso nos instrumentos ópticos, holofotes, supermercados, ônibus, entre outros.



Share:

0 comentários:

Postar um comentário