domingo, 4 de agosto de 2013

A educação ambiental nas atividades ecoturísticas!

Por Ararê de Azambuja Vilanova Junior


As possíveis condições de se aplicar metodologias de educação ambiental em conjunto com atividades turísticas de base comunitária podem gerar o desenvolvimento sustentável de uma determinada localidade. É possível, com esta ação e com práticas de integração com o meio ambiente, sensibilizar, conscientizar e aperfeiçoar os profissionais da área, os empreendedores e a comunidade, para que estes tenham conhecimento da realidade das condições ambientais locais, regionais e até globais. O homem, ao invés de se adequar ao meio em que vive, exige e faz com que o meio tenha que se adequar à sua vontade. 

Utilizando-se de seguimentos do turismo como: ecoturismo, turismo de base comunitária e ações de educação ambiental, pode-se relacionar os impactos do turismo e encontrar assim, alternativas sustentáveis para o desenvolvimento da atividade. É através de técnicas inovadoras que se estimula a interação entre o meio ambiente, o turista e a comunidade, resultando em uma reflexão racional e preservadora para a proteção da natureza.

TURISMO


Turismo é movimento de pessoas, um fenômeno social, econômico e cultural que as envolve. É um ramo das ciências sociais e não das ciências econômicas, apesar de que esta última pode ser sua razão. O turismo transcende as esferas das meras relações da balança comercial.

Mas a definição acadêmica de Turismo, segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), 2003 é: "Movimento de pessoas a lugar diverso do qual habite por tempo inferior a 360 dias, desde que esta não realize atividades econômicas".

Portanto, turismo é a realização de viagens para local diverso do qual a pessoa não resida, seja a lazer, passeio, negócio, religião ou outra atividade diversa da econômica.

O ECO TURISMO


O eco turismo é uma atividade comercial que colabora na preservação ambiental e, que deve abranger, em sua conceituação, a dimensão do conhecimento da natureza, a experiência educacional interpretativa, a valorização das culturas tradicionais locais e a promoção do desenvolvimento sustentável.

"Eco turismo é a viagem responsável a áreas naturais, visando preservar o meio ambiente e promover o bem estar da população local" (The Ecotourism Society).

Trata-se de um seguimento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista através da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações envolvidas. 

Ao mesmo tempo em que aumentam as preocupações sobre as questões ambientais, elevam-se as expectativas sobre soluções que não exijam mudanças comportamentais na humanidade. Ao ecoturismo, por exemplo, atribui-se a incumbência de melhorar o aproveitamento dos recursos naturais, minimizando os impactos negativos e maximizando  os  benefícios  gerados  com a  exploração  de  áreas  naturais.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL


Segundo o artigo 1º da lei 9.795, que dispõe sobre a educação ambiental e institui a Política Nacional de Educação Ambiental, “Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade controlem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade”.

Ou seja, a educação ambiental consiste em permitir que o ser humano compreenda a natureza complexa do meio ambiente resultante de suas interações, levando-o a promover uma ação reflexiva e prudente dos recursos naturais, satisfazendo as necessidades da humanidade.

CONCLUSÕES



A relação entre o turismo e a atividade educacional, generalizada como educação ambiental, tem por objetivo gerar uma maior consciência ambiental. Na verdade, o turismo encerra muitas oportunidades de contribuição para que o indivíduo tome contato com o ambiente natural, perceba sua importância e significado para si mesmo e para a sociedade, passando a ter a natureza como um elemento próximo de suas ações. 

Tudo isso leva o ser humano a redescobrir o lugar que lhe corresponde dentro do conjunto harmonioso do universo. Entretanto, trata-se de um processo que muitas vezes não acontece por si só mas sim, necessita que haja preparação, sentido, estudo, especialização, mediação e produtos, componentes que levam a enxergá-lo como um processo educativo.

Seguindo esta esteira de raciocínio, verifica-se que a educação ambiental pode contribuir, agregando à atividade turística, a possibilidade do desenvolvimento de processos educativos. Para tanto, é necessário encorajar os profissionais de turismo e os educadores ambientais a re-avaliarem as razões pelas quais se levam as pessoas para conhecer a natureza, além de apresentar a metodologia da educação ambiental como uma alternativa para promover a união entre a atividade turística e comunidade, especialmente ligada ao componente aventura e educação ambiental.

REFERÊNCIAS

Embratur Ecoturismo, disponível no site: www.ambientebrasil.com.br, acesso em 03/07/2013.

LEI No 9.795, DE 27 DE ABRIL DE 1999., disponível no site: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm, acesso em 16/07/2013.

ALEGRETTI, Alexandro. Explicando o Meio Ambiente. Ed. Memory, RJ. 2001

BOO, Elisabeth. La explosión del ecoturismo. Programa de Áreas Silvestres y Necessidades Humanas. Série documentos técnicos. Washington: WWF,1992.

OMT, Organização Mundial do Turismo. Guia de desenvolvimento sustentável. Porto Alegre:Booknan, 2003.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário