sábado, 26 de abril de 2014

DINOSSAUROS: SENHORES DO MESOZÓICO! ESPÉCIE DO MÊS: ADAMANTISSAURO

Por: Marcelo Domingos Leal


O Adamantisaurus mezzalirai tem seu nome derivado do local onde foi encontrado, e uma homenagem a um paleontólogo. Adamantisaurus esta relacionado com à formação Adamantina, uma unidade geológica onde foi encontrado, e mezzalirai uma homenagem ao paleontólogo Sérgio Mezzalira.

Esta espécie foi descoberta em 1958, por trabalhadores que construíam uma estrada de ferro próximo à cidade de Flórida Paulista, no Estado de São Paulo. Seus fragmentos pertencem ao que denominamos hoje de Bacia Bauru, em uma formação intitulada de Adamantina. Seu esqueleto se encontra em exposição no Museu Valdemar Lefevre, no Parque Água Branca, no estado de São Paulo, o MUGEO. Como o próprio nome homenageia, foi encontrado pelo paleontólogo Sérgio Mezzalira, entre os anos de 1958 e 1959. Ficou exposto no Mugeo por anos, e embora tenha sido mencionado pela primeira vez na imprensa em 1959, não foi reconhecido pela ciência até a devida descrição feita pelos paleontólogos brasileiros Rodrigo Santucci e Reinaldo Bertini, em 2006.

Esta espécie contou com apenas alguns ossos da cauda para identificação, seis ao total, o que dificulta e muito a vida dos paleontólogos. Pelo fato de poucas evidências terem sido encontradas, não se sabe ainda a forma exata deste animal, apesar de o formato ser muito parecido para o seu grupo pertencente, os titanossauros. Como todos os outros dinossauros, o Adamantisaurus viveu na Era Mesozóica, mas em um período chamado de cretáceo superior, a cerca de 70 milhões de anos atrás.

Era um dinossauro de porte pequeno, se comparado com outros saurópodeos. Tinha cerca de 12m de comprimento, por até 4m de altura, podendo chegar a uma massa de 7 a 8 toneladas. Era um quadrúpede, e seus hábitos alimentares incluíam a ingestão de folhas, principalmente de gimnospermas, as dominantes na época. 

Figura 01 – Adamantisaurus mezzalirai

PARA SABER MAIS:


ANELLI, L. E. O Guia Completo dos Dinossauros do Brasil. Ilustrações de Felipe Alves Elias. Sao Paulo: Peiropolis, 2010.

Guia de estudo de campo da UNESP – Disponível em: http://www.unesp.br/aci_ses/revista_unespciencia/acervo/03/estudo-de-campo

REFERÊNCIAS


ANELLI, L. E. O Guia Completo dos Dinossauros do Brasil. Ilustrações de Felipe Alves Elias. Sao Paulo: Peiropolis, 2010.

LEAL, M. D. Apostila Procurando os Dinossauros. Pinhais: PNFM, 2007.

Folha Online – Ciência Brasileira. Acesso em: 2014. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u14170.shtml

Jornal da UNESP. Acesso em 2014. Disponivel em: http://www.unesp.br/aci/jornal/210/geologia.php

Share:

0 comentários:

Postar um comentário