segunda-feira, 21 de julho de 2014

SUSTENTABILIDADE – COMPROMISSO E PARTICIPAÇÃO

Por: Anelissa Carinne Dos Santos Silva


Figura 01 –  Sustentabilidade fonte:  fundaplub.org.br



COMPROMISSO E REFLEXÃO

Como conseguir a participação de todos nos assuntos relacionados à sustentabilidade?
Para implantarmos mudanças, as partes envolvidas precisam se identificar com as decisões; caso contrário as iniciativas, por mais belas que sejam, tenderão ao fracasso.

De acordo com Sorrentino (em: LOUREIRO, 2005, pág. 16): “É no diálogo da diversidade de olhares que buscamos respostas para o impasse que esse modelo de desenvolvimento nos impôs”.

SOMOS INTERDEPENDENTES

Claro que não abandonaremos os caminhos do desenvolvimento das comunidades e países. Mas as análises não devem ser realizadas apenas visando o crescimento econômico.

A preservação da biodiversidade deve ser uma preocupação. Transformamos radicalmente o ambiente. Às vezes, para pior: vazamento de óleo, risco dos materiais radioativos e substâncias tóxicas de indústrias, grandes obras de engenharia civil (barragens, drenagem, etc.), desmatamento para implementação de monoculturas e pecuária, aglomerações urbanas sem planejamento, impermeabilização do solo, extinção de espécies, assoreamento... Formas de exploração irrestrita e desmedida da natureza.

Como mitigar estes impactos?

A atual crise ambiental, causada pelo ser humano, deve levar a um novo paradigma. Precisamos de um aproveitamento racional dos recursos da natureza. E “mudanças de paradigma requerem mudanças de atitudes” (SOFFIATI, em: LOUREIRO, 2005, pág. 60).
A informação deve chegar ao consumidor e este deve relacionar seu comportamento e suas escolhas de consumo à perda de qualidade de vida que enfrentamos. O consumo não deve ser almejado como um vício, como a propaganda nos faz parecer; antes, é preciso encará-lo como um direito que deve ser exercido com justiça social e consciência ambiental. Nossa felicidade não deve ser ligada às nossas conquistas materiais.


PARA SABER MAIS:


http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/especial.asp?EditeCodigoDaPagina=505


REFERÊNCIAS


LOUREIRO, C. F. B.; LAYRARGUES, P. P.; CASTRO, R. S. (orgs). Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. 3 ed. SP: Cortez, 2005.
MEC, MMA. CONSUMO SUSTENTÁVEL: Manual de educação. Brasília: Consumers International/ MMA/ MEC/IDEC, 2005.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário