sexta-feira, 8 de agosto de 2014

DINOSSAUROS: SENHORES DO MESOZÓICO: UBERABATITAN

Por: Marcelo Domingos Leal


O Uberabatitan riberoi tem seu nome em referência à cidade de Uberaba, Minas Gerais, próxima ao local onde o esqueleto foi encontrado. A palavra titan, faz referência à família de gigantes da mitologia grega, por se tratar de um dinossauro de grande porte. O termo riberoi é uma homenagem ao paleontólogo Luis Carlos Borges Ribeiro, diretor do centro de Pesquisas Paleontológicas Lewellyn Ivor Price.
Figura 01 – Uberabatitan ribeiroi, o maior dinossauro brasileiro já encontrado.
 Fonte: 
http://www.casadaciencia.ufrj.br

Esta espécie é o resultado da maior escavação paleontológica já realizada no Brasil, onde cerca de 300 toneladas de rochas foram removidas ao longo de três anos. Cerca de dez técnicos do Centro Paleontológico Price/Museu dos Dinossauros trabalharam neste sítio por aproximadamente 3 anos, na Bacia Bauru, na formação Marília. Neste processo foram resgatados 198 fósseis de três indivíduos, sendo um pequeno, um médio e um de grande porte. A descoberta foi realizada a 30 quilômetros de Uberaba, na localidade conhecida como Serra da Galga, perto da rodovia BR-050, no Km 153. Seu esqueleto se encontra em exposição no Centro de Pesquisas Paleontológicas L. I. Price, no distrito de Peirópolis em Minas Gerais. 

Dentre os animais encontradas no país, Uberabatitan ribeiroi constitui o maior dinossauro já descrito no Brasil. A partir do estudo de detalhes de seus elementos ósseos, é possível afirmar que poderia atingir de 15 a 20 metros de comprimento, 3,5 metros de altura e peso estimado entre 12 e 16 toneladas.

O gigante de Uberaba viveu em condições ambientais extremas, marcadas por uma aridez climática pronunciada e bastante estressante. Conviveu com inúmeros animais encontrados na região de Uberaba, tais como outros titanossauros de menor porte, crocodilos, anfíbios, lagartos, peixes, tartarugas, invertebrados e até mesmo dinossauros carnívoros de pequeno e grande porte, como Abelissauros.

Como todos os outros dinossauros, o Uberabatitan viveu na Era Mesozóica, mas em um período chamado de Cretáceo Superior, a cerca de 70 milhões de anos atrás. Era um quadrúpede, e seus hábitos alimentares incluiam a ingestão de folhas, principalmente de gimnospermas, as dominantes na época. 

PARA SABER MAIS:

ANELLI, L. E. O Guia Completo dos Dinossauros do Brasil. Ilustrações de Felipe Alves Elias. São Paulo: Peirópolis, 2010.

Museu dos Dinossauros. Acesso em: 2014. Disponível em: http://www.uftm.edu.br/museudosdinossauros/index.php/fosseis?showall=&start=3

REFERÊNCIAS

ANELLI, L. E. O Guia Completo dos Dinossauros do Brasil. Ilustrações de Felipe Alves Elias. São Paulo: Peirópolis, 2010.

LEAL, M. D. Apostila Procurando os Dinossauros. Pinhais: PNFM, 2007.

Museu dos Dinossauros. Acesso em: 2014. Disponível em: http://www.uftm.edu.br/museudosdinossauros/index.php/fosseis?showall=&start=3

Casa da Ciência. Acesso em 2014. Disponível em: http://www.casadaciencia.ufrj.br/AtividadesExtras/uberabatitan/filipeta.html
Share:

0 comentários:

Postar um comentário