quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Galileu Galilei – Biografia e Descobertas Científicas

Por: Rafael Gama Vieira

Em textos anteriores citamos a luneta de Galileu como uma grande contribuição do cientista para a astronomia, mas, será que ele teve também influência em outras áreas da ciência?

Neste texto irei comentar um pouco sobre sua biografia e algumas das descobertas que ajudaram na compreensão de diversos fenômenos.

Seu pai queria que ele fosse médico, seu professor, artista, porém Galileu se interessava mesmo pela Física e Matemática. Nascido em 15 de fevereiro de 1564 na cidade de Pisa, Itália, Galileu Galilei era físico, matemático, astrônomo e filósofo. 

Com 10 anos de idade (1574) começa a estudar no Monastério de Santa Maria de Vallombrosa. Aos 18 (1581), seu pai Vicenzo Galilei, o matricula no curso de medicina na Universidade de Pisa, porém, após quatro anos, Galileu abandona o curso para dedicar-se ao estudo da Matemática, utilizando-se desta para iniciar os estudos de Física e Astronomia.


Figura 01 – Experimento  de queda livre
 na torre de Pisa. 
Fonte:http://profs.ccems.pt
Em 1589, torna-se professor de Matemática na Universidade de Pisa e, neste mesmo ano, escreve um texto discordando da teoria de Aristóteles sobre a queda dos corpos. Na época do filósofo grego (~350 a.C.) acreditava-se que existiam apenas quatro elementos: Terra, Água, Ar e Fogo e que cada um possuía um lugar natural no Universo. Uma pedra, por exemplo, era feita do elemento terra, logo, ao abandoná-la de certa altura, esta voltaria ao seu lugar natural e por isso ia em direção ao chão. Quanto mais pesada, mais rápido realizaria este movimento.

Segundo a lenda, Galileu abandonou do alto da Torre de Pisa duas bolas de canhão de massas bem diferentes e, fazendo isto, percebe que as duas atingem o solo ao mesmo tempo, concluindo então que a velocidade de queda dos corpos independe de suas massas, mas sim de seus formatos, já que irão sofrer uma resistência devido à atmosfera.                           
Em 1592, conquista a Cátedra de Matemática na Universidade de Pádua, onde permaneceu por 18 anos.







No ano de 1609, Galileu faz uma viagem para Veneza, onde obtém informações sobre um equipamento feito pelos Holandeses capaz de ampliar imagens de objetos que estejam muito longe; eram as primeiras lunetas. O cientista resolve então construir a sua própria luneta utilizando-a para observar o céu, conseguindo ver as crateras da Lua, os anéis de Saturno, as Luas de Júpiter e as estrelas da Via Láctea. Os resoltados de suas observações são publicados no livro: "Siderus Nuntius" ("Mensageiro das Estrelas").

Figura 02 - Luneta de Galileu. Fonte: http://www.mast.br/
Durante um longo período acreditava-se que a Terra estava no centro do universo, e que o Sol, a Lua, outros planetas e as estrelas giravam em torno dela. Este sistema era chamado de Geocêntrico, defendido por Ptolomeu (~150 d.C) e pela Igreja Católica. Porém, alguns cientistas discordavam desta ideia, dizendo que os planetas orbitavam o Sol. Dentre eles podemos citar Nicolau Copérnico (1473 - 1543) e, mais tarde, Galileu Galilei. As observações de Galileu o fizeram concordar com Copérnico ao perceber que, assim como existem satélites orbitando outros planetas, a Terra é apenas mais um astro orbitando o Sol.

Em 1616 a Igreja decreta que Copérnico estava errado, obrigado Galileu a se retratar e o proibindo de defender e ensinar a teoria Heliocêntrica. Sobre este assunto, Galileu escreve em 1632 o livro “Diálogo sobre os dois máximos sistemas do mundo: o Ptolemaico e o Copérnico”, sendo este mais tarde incluído na lista de livros proibidos pela igreja (Index Librorum Prohibitorum).

No ano seguinte foi condenado, pela inquisição, a prisão domiciliar permanente em sua casa de campo em Arcetri, no sul de Florença, Itália e obrigado a renegar suas descobertas.
Galileu morre em 8 de janeiro de 1642 e apenas em 31 de outubro de 1992 o Papa João Paulo II admite os erros da Igreja e o absolve.

Além das descobertas citadas, Galileu Galilei também se destacou pelo método experimental e pela construção de diversos equipamentos, tais como a balança hidrostática, bomba d’água, relógio de pêndulo e o termoscópio.




REFERÊNCIAS 

Site: Uol Educação. Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/biografias/galileu-galilei.jhtm. Acesso em 2014>. Acesso em 2014.

Site: Infoescola. Disponível em: <http://www.infoescola.com/biografias/galileu-galilei/>. Acesso em 2014.

Site: Só Física. Disponível em: <http://www.sofisica.com.br/conteudos/Biografias/galileu_galilei. php>. Acesso em 2014.

Site: E-biografias. Disponível em: <http://www.e-biografias.net/galileu_galilei/>. Acesso em 2014.



Share:

0 comentários:

Postar um comentário