segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Transmissão de Eletricidade Sem Fio

Por: Claudinei Rodrigues Ferraz


Imagine você não precisar de fios para ligar a TV na tomada, recarregar a bateria de seu celular, seu tablet. Parece ficção científica, mas já é realidade. Estudos relacionados à transmissão de energia elétrica sem fio geraram teorias válidas e protótipos. Alguns dispositivos eletrônicos já utilizam essa tecnologia como, por exemplo, carregadores de celular e escova de dente elétrica. 

Pode parecer futurística, mas a ideia não é nova. No final do século XIX e início do século XX, o engenheiro croata Nicola Tesla pesquisou sobre a transmissão de corrente elétrica sem fio. Muitos de seus trabalhos foram importantes no desenvolvimento da eletrotécnica moderna. Em 1894, Tesla demonstrou a transmissão sem fio através de antenas que são utilizadas para enviar e receber sinais (ondas de rádio). O estudo sobre transmissão de corrente elétrica sem fio ficou esquecida por longo período no último século, porém, no início dos anos 2000 novas pesquisas e estudos a tornaram realidade.

Figura 01 – Bobina de Tesla. Fonte: taringa.net


Para transmitir energia pelo ar com segurança são utilizadas três tecnologias distintas: indução, radiofrequência e ressonância magnética. 

A indução é baseada na indução magnética descoberta por Michael Faraday em 1831. Segundo Faraday, a corrente elétrica que passa por um condutor pode fazer o mesmo ocorrer em um outro condutor próximo. Alguns dispositivos já em uso podem ser recarregados magneticamente como, por exemplo, a escova de dente elétrica.

O sistema de radiofrequência pode atingir distâncias maiores (até 26 metros) e nele a eletricidade é transformada em ondas de rádio, onde são captadas por um receptor e transformadas novamente em corrente de baixa tensão.
Já a ressonância magnética acoplada utiliza duas bobinas, uma energizada e outra não, interagindo e se acoplando por meio de seus campos magnéticos.

Figura 02 – Experimento utilizando a Ressonância magnética. Fonte: hardware.com.br


Alguns protótipos de carros elétricos foram adaptados para utilizar esta tecnologia sem fio, pois podem ser carregados mais facilmente, além de ter um alto nível de eficiência.

Figura 03 – Esquema do carregamento da bateria de um carro elétrico. Fonte: inovacaotecnologica.com.br


REFERÊNCIAS

Revista Planeta, n° 473, Fev/2012.

Site Como tudo funciona: Acesso em: 2014. Disponível em: 
http://ciencia.hsw.uol.com.br/eletricidade-sem-fio.htm 

Site da Olhar Digital: Acesso em: 2014. Disponível em: 
http://olhardigital.uol.com.br/video/41492/41492 

Site da Hardware: Acesso em: 2014. Disponível em: 
http://www.hardware.com.br/dicas/wirelesspower-idf.html 
Share:

0 comentários:

Postar um comentário